Como Perder Peso de Maneira Saudável: Dicas

metabolismo

Como perder peso

No que concerne à perda de peso, o corpo humano segue uma regra rígida que vale para todos os indivíduos: quando o alimento é ingerido, seu processamento resulta na produção de energia que será utilizada para realização das atividades do dia a dia, como movimentação muscular, batimentos cardíacos, calor gerado pelo corpo etc. Portanto, a manutenção da vida depende diretamente da energia produzida a partir dos alimentos que são consumidos.

A partir do momento em ingerimos quantidades de alimentos superiores às necessárias para a manutenção da rotina do dia a dia, o organismo providencia automaticamente o armazenamento desse excedente, transformando-o em gordura. Todo esse processo, portanto, é executado pela função metabólica do corpo.

Partindo desse contexto, é bem simples concluir que para que ocorra a perda de peso é necessário aumentar a quantidade de gasto de energia, por meio do aumento das atividades executadas durante o dia, e redução do volume de alimentos consumidos, para que assim menos energia seja absorvida pelo corpo.

Metabolismo

metabolismoApesar dessa regra ser simples e perfeitamente aplicável a todos os seres humanos, há fatores que provocam uma variação nesse quadro, o que poderá acabar fazendo uma grande diferença.

Há pessoas, por exemplo, que conseguem metabolizar a energia muito mais rapidamente do que outras, produzindo a impressão de que comem mais, porém, elas não chegam a ganhar peso. Por outro lado, há aquelas que comem menos, mas que acabam engordando por metabolizarem essa energia de forma bem mais lenta. O metabolismo, portanto, varia entre os indivíduos, não sendo, portanto, algo fixo e de velocidade padronizada.

Quando alguém inicia um regime alimentar e, devido a isso, passa a comer menos, essa ação simplesmente leva o corpo automaticamente a iniciar uma economia de energia, o que provoca a desaceleração automática do metabolismo, isso ocorre porque o corpo humano aparentemente é programado para enfrentar situações de privações ou penúria alimentar, adaptando-se rapidamente à escassez. A decorrência disso é que, quando do início de uma dieta, a redução do volume de alimento consumido não tem qualquer impacto na perda de peso.

Portanto, o corpo detecta a redução do volume de alimento consumido e automaticamente desacelera o metabolismo para poupar energia e, assim, garantir uma maior autonomia com a reserva energética estocada.

Desta forma, é importante entender que o metabolismo apresenta variações de indivíduo para indivíduo e, até mesmo, na própria pessoa, em épocas diferentes, dependendo das circunstâncias. Conhecer bem essa regra é fundamental para uma melhor compreensão do funcionamento do corpo e evitar a conclusão equivocada de que uma pessoa magra poderá comer à vontade, em detrimento de outra que esteja acima do peso, a qual terá que se privar por apresentar extrema facilidade para ganhar peso.

Exercícios Físicos

A compreensão das peculiaridades do metabolismo leva ao entendimento de que a atividade física é importante para quem pretende emagrecer. As pessoas que praticam exercícios físicos de forma moderada têm consideráveis benefícios, entretanto, por exemplo, perder até 200 calorias com exercícios físicos poderá não trazer os resultados esperados, tendo em vista que a dieta também tem sua parcela de importância nesse processo, no caso, essa quantidade calórica é facilmente recuperada através do consumo de uma simples barra de chocolate.

Os exercícios físicos são essenciais para a manutenção da saúde em geral e, para isso, devem ser dedicados a eles pelo menos 150 minutos semanais, ou seja, 30 minutos durante cinco dias por semana. Adotar esse tipo de programa é responsável por prevenir inúmeras doenças como diabetes, obesidade, infarto do miocárdio, problemas de pressão alta, derrames, diversos tipos de câncer, doença de Parkinson, dentre muitos outras patologias.

As vantagens advindas da pratica de atividade física são incontáveis, porém, o seu efeito sobre a perda de peso pode ser bastante reduzido, não sendo aconselhável a ninguém esperar grandes avanços nesse sentido, salvo se os exercícios forem praticados de forma bastante intensa, o que foge à realidade da maioria das pessoas.

Assim sendo, nesse grande grupo de pessoas que não se enquadram nesse contexto de prática de exercícios físicos intensos, o foco do trabalho deverá ser o consumo de alimentos, com vistas a reduzir o volume do que é ingerido, o que poderá levar a resultados positivos no que concerne ao emagrecimento.